Santinho de Papel para promessa com Oração Chave de Santo Expedito
Product ID: 100
New In stock
Santinhos com Oração Chave Santo Expedito

Santinhos com Oração Chave Santo Expedito

 
Simulador de Frete
- Calcular frete

Santinhos com Oração Chave de Santo Expedito
Impresso em Papel Couchê 90g (fino) e Papel Couchê 150g. 

Escolha o Tipo de Papel (90g ou 150g) e depois a Embalagem com 100, 500 ou 1.000 Orações.

Em seguida é só clicar em "Comprar".

Colorido frente e verso. Tamanho 7x10cm.

Santinhos de papel para promessas ou para promoção e propagação da fé.

A oração está impressa exatamente da maneira como na imagem.
Para personalizações, envie email para contato@ajudadivina.com.br

Loja virtual de artigos religiosos católicos Ajuda Divina. 
Produtos religiosos católicos, presentes religiosos, jóias religiosas, Camisetas Católicas, Santinhos, faixas e muito mais. Compre agora e com segurança!

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características



    HISTÓRIA DE SANTO EXPEDITO
    Comemoração: 19 de abril
    Padroados: Comerciantes e Navegadores
    Protege: Quem precisa obter uma solução imediata, nos mais diferentes assuntos
    Emblema: Palma e Cruz

    No século VIII, encontraram-se referências das invocações de Santo Expedito em casos de urgência na Sicília e na Germânia. Entretanto, alguns estudiosos contestam a veracidade da sua existência. Segundo a Enciclopédia Larousse, a palavra "expedito" deriva do latim expeditus e significa: "o que age prontamente, diligentemente, desembaraçado, ativo, lesto".

    No século IX foi encontrado, em um convento parisiense, um relicário com a inscrição "Expedito" em sua tampa. Muitos acreditam que as relíquias eram de Santo Expedito. Sua existência é certa para os fiéis, principalmente no Brasil.

    Não se conhece o local de seu nascimento, mas é provável que seja Malatia, situada nos confins da Armênia e da Capadócia, numa região de campinas e zonas vinículas perto da confluência do rio Melas com o Eufrates onde sofreu o martírio.

    A tradição ensina que Santo Expedito era chefe da 12ª Legião Romana, também conhecida como "Fulminante". Ele se distinguia no comando por suas virtudes com relação ao dever, à ordem e à disciplina.

    Certa ocasião, a legião de Expedito foi deslocada para a Germânia em pleno verão. A água era escassa e os soldados romanos, liderados por Expedito, não tinham forças para combater; eles sabiam que morreriam.

    Apenas um milagre os salvaria.

    A 12ª Legião se reuniu fora do campo de batalha, ajoelharam (a maioria dos soldados era cristã) e oraram. Os inimigos ficaram surpresos em ver aproximadamente cem homens com os braços abertos, formando um estranho espetáculo.

    Os soldados romanos liderados por Expedito retomaram o campo de batalha, e, como por um milagre, uma chuva torrencial começou a cair.

    Eles estenderam seus capacetes para receber a água, aliviando a sede, que já era desesperadora.

    Subitamente, para espanto de todos, raios e uma chuva de granizo protegeram o exército romano. Os inimigos, amedrontados, fugiram.

    Ao chegar a Roma, o imperador deu ordens a Expedito para ofertar sacrifícios aos deuses, agradecendo a vitória do combate. Expedito recusou-se, motivando o soberano a condená-lo à morte. Santo Expedito preferiu perder a vida a renunciar a sua fé.

    Como era um soldado do exército romano, antes da decapitação sofreu o suplício da flagelação. Flagelado até derramar sangue, assim como Mestre Jesus. Teve sua cabeça decepada no dia treze "das calendas" de maio, ou seja, 19 de abril de 303.

    Desde então, seu nome se propagou pela Itália, especialmente na Sicília, onde a cidade de Aci-Reale o escolheu como patrono.

    A Espanha também recorreu ao santo das causas urgentes, propagando-o mais tarde para outros países. Na França, na cidade de Marselha, é grande a popularidade de Santo Expedito.

    A imagem que representa Santo Expedito está associada à de um soldado vestindo uma túnica curta, com um manto jogado sobre os ombros. Em uma das mãos segura uma palma (símbolo do martírio) e na outra, uma cruz.

    Sua postura marcial indica que está pronto para a ação, socorrendo imediatamente os fiéis que a ele recorrem quando estão passando por problemas sérios e que precisam ser resolvidos sem demora.

    Debaixo do seu pé, quase que esmagado, vemos um corvo, cujo grito "Cras" -- que em latim significa "amanhã" -- indica que Santo Expedito não deixa nada para o dia seguinte, ao contrário, resolve imediatamente. Em algumas gravuras, vê-se a inscrição: Hodie!, que em latim significa "hoje".

    fonte: http://www.santoexpeditors.com.br/santoexpedito.php

    Confira também