Santinho de Papel para promessa com Oração de São João Paulo II
Product ID: 64
New In stock
Santinho com Oração São João Paulo II

Santinho com Oração São João Paulo II

 
Simulador de Frete
- Calcular frete

Santinhos com Oração de São João Paulo II.
Escolha a embalagem com 100, 500 ou 1.000 e depois é só clicar em "Comprar".

Impresso em papel couchê 90g (fino) - colorido frente e verso.
Tamanho 7x10cm.

Santinhos de papel para promessas ou para promoção e propagação da fé.

A oração está impressa exatamente da maneira como na imagem.
Para personalizações, envie email para contato@ajudadivina.com.br

Loja virtual de artigos religiosos católicos Ajuda Divina. 
Produtos religiosos católicos, presentes religiosos, jóias religiosas, Camisetas Católicas, Santinhos, faixas e muito mais. Compre agora e com segurança!

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características



    HISTÓRIA DE SÃO JOÃO PAULO II
    Beatificação: 1 de maio de 2011, Cidade do Vaticano por Papa Bento XVI
    Canonização: 27 de abril de 2014, Basílica de São Pedro, Roma por Papa Francisco
    Festa litúrgica: 22 de outubro - Padroeiro: Co-patrono da Jornada Mundial da Juventude, dos jovens
    Em Wadowice, Polônia, no dia 18 de Maio de 1920, nascia um menino branco como a neve, a cor da paz, herdou o nome do pai, Karol Josef Woltyla. Sua infância e juventude não foram tão livre quanto ele foi no seu interior.
    Aos nove anos ficou órfão da mãe Emília; aos 11 anos perdera seu irmão Edmundo e aos 21 anos, morria também seu pai. O jovem das dores se tornou o líder do consolo. Gostava de teatro, música popular, literatura e ainda chegou a jogar futebol como goleiro num time da cidade. Porém, suas melhores defesas fora a favor da paz, das mulheres, dos jovens e dos pobres.
    Em 01 de novembro de 1946, aos 26 anos, fora ordenado sacerdote católico pelo cardel-arcebispo da Cracóvia, Adam Stefan Sapieha. A partir daí começou sua história e ascensão religiosa, conforme a vontade de Deus. Doze anos mais tarde, foi nomeado Bispo Auxiliar da Crócavia, em 04 de Julho de 1958, e dois meses mais tarde Bispo, em 29 de Setembro. No dia 13 de Janeiro de 1964, fora nomeado Arcebispo da Crócavia.
    Depois Woltyla participou do Concílio Vaticano II onde colaborou na redação de documentos importantíssimos para a história da Igreja Católica: o Dignitates Humanae (Declaração sobre a liberdade religiosa) e a Gaudium et Spes (Constituição Pastoral sobre a Igreja e o mundo de hoje). Até que, no dia 26 de Junho de 1967, o Papa Paulo IV nomeou Cardeal.
    Aos 58 anos de vida, em 16 de outubro de 1978 foi eleito Papa pelo conclave, Sumo Pontífice da Igreja Católica, Una e Santa, adotando o nome de PAPA JOÃO PAULO II, e homenagem ao seu antecessor João Paulo I, que falecera de forma inesperada com 33 dias de Pontificado (o 11° mais curto da história).
    João Paulo II foi eleito como o primeiro Papa Polonês e o primeiro não italiano em 455 anos desde Adriano VI (1522-1523). Liderou a Igreja por 26 anos e seis meses, o segundo mais longo Pontificado da história, atrás apenas do Pio IX.
    O mais importante de tudo não são os dados históricos, mas os atos concretos que ele realizou ao longo do seu Pastoreio.

    Homem de profunda oração e muito sábio, sempre procurou a paz e a unidade, foi o Papa que mais fez viagens apostólicas, percorrendo o mundo em busca de promover a paz. 
    Com sua coragem criticou fortemente o Comunismo Soviético, na década de 80, a aproximação da Igreja com o Marxismo nos países em desenvolvimento, e a teologia da Libertação.
    Foi um grande promotor da aproximação da Igreja Católica com várias outras religiões. Procurou a reconciliação com os judeus, em 2000. Amigo da Paz, foi motivado do diálogo inter-religioso e do ecumenismo com a Igreja Ortodoxa, separada desde o cisma de 1054.
    O amigo de Deus, que lutava pela unidade e pela Paz, amava os jovens, as crianças, defendia o direito e a dignidade das mulheres e dos negros, zelava pela moral cristã, pastoreou a Igreja de Cristo com sua vida e sofreu o martírio incruento, dia após dia e nunca mais será esquecido na história da humanidade. Viveu o amor, foi amor!
    fonte: http://www.paraclitus.com.br/2014/anoticias/o-mensageiro-unidade-sao-joao-paulo-ii-papa/

    Confira também